quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Não tem como cumprir a Grande Comissão sem plantação de igrejas

Ed Stetzer
Ao ouvirem essas palavras, os discípulos entraram em ação. O que eles fizeram revela o que eles pensavam que Jesus queria dizer ao ordenar-lhes que fossem a todas as nações. Eles foram a todas as nações – e plantaram igrejas. E nós deveríamos fazer o mesmo.
A Grande Comissão sem um foco nas nações está perdendo de vista o seu contexto bíblico, a atitude dos discípulos e o lugar que ela ocupa na missão de Deus. A Grande Comissão sem um foco na plantação de igrejas está perdendo de vista o que eles fizeram ao ouvirem a Grande Comissão.
Quando Jesus disse: “todas as nações”, ele redirecionou a missão e enviou o seu povo para as nações. Dependendo de quem conta e de como se conta, há mais de seis mil grupos populacionais não alcançados. Pouco menos de três mil deles são povos não engajados, significando que há pouco ou nenhum testemunho presente.
As nações importam na Grande Comissão, e Deus nos chama a plantarmos igrejas entre essas (e outras) nações. Elas precisam de novas igrejas plantadas.
A sua nação, onde quer que você esteja lendo isto, está entre as nações. Onde quer que você esteja lendo isto, essa passagem se aplica. Plantar igrejas deve acontecer em sua nação, assim como em todas as nações. Algumas vezes isso ocorre porque as nações moram em nossa nação. Apenas nos Estados Unidos, há mais de quinhentos grupos populacionais não engajados, não alcançados.
Em uma pesquisa do Gordon-Conwell Theological Seminary divulgada no ano passado, o missiólogo Todd M. Johnson e sua equipe descobriram que quase vinte por cento dos não cristãos na América do Norte não conhecem pessoalmente um cristão. Mais de setenta e cinco por cento dos sikhs, hindus e jains que moram nos EUA não conhecem um cristão. O mesmo é verdade para mais de sessenta e cinco por cento de budistas, xintoístas, taoístas, zoroastristas e praticantes de religiões populares chinesas. Até mesmo quarenta e dois por cento dos muçulmanos reconhecem que não têm proximidade com nenhum cristão. Eles precisam de novas igrejas plantadas.
Mas mesmo pessoas na cultura majoritária precisam de novas igrejas. A igreja é central à missão de Deus de proclamar a história de Jesus a todo homem, mulher e criança. Ao olharmos para o Novo Testamento, vemos que a plantação intencional de igrejas, sob a condução do Espírito Santo, era um método chave usado pelas igrejas primitivas para obedecerem à ordem de Jesus. Isso deveria ser verdade hoje. E isso inclui plantar igrejas em centros urbanos, áreas nobres em crescimento, comunidades rurais e por aí vai. Eles precisam de novas igrejas plantadas.
A Grande Comissão não pode ser cumprida sem plantação de igrejas. Jesus nos disse para discipularmos, batizarmos e ensinarmos. Essas três coisas são feitas no contexto de uma igreja local. Se você deseja ver pessoas tornarem-se discípulas, serem batizadas e ensinadas na Palavra de Deus, seja em uma grande cidade americana ou em uma vila rural asiática, a plantação de igrejas deve ser um dos meios.

Tradução de Vinícius Silva Pimentel

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Revista Passatempos Missionários 5: Ásia Central - Baixe o seu exemplar!


Olá amigos, aqui estamos novamente! Chegamos a mais um número de nossa revistinha Passatempos Missionários. 
Esta edição é dedicada a uma região relativamente bem pouco conhecida entre nós: a Ásia Central. Um lugar de grande beleza e importância geopolítica, principalmente em virtude de sua localização estratégica e seus recursos naturais.  Uma região também profundamente carente da presença do Evangelho, onde o Islamismo predomina e a pequena igreja existente tem enfrentado perseguição (haja vista que quatro dos cinco países da região encontram-se na lista dos 50 países que mais perseguem cristãos, elaborada pela Missão Portas Abertas). Uma região do mundo que necessita de nossas orações intercessórias e de missionários capacitados que levem até eles a verdadeira luz do Evangelho.
Além dos tradicionais Caça-palavras, a revistinha traz ainda Quiz, Palavras cruzadas, Labirinto e Jogo dos sete erros.
Aprenda e se divirta com esse material gratuito. Tire cópias e distribua entre seus irmãos e igreja!

Para baixar a revista pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.
Para baixar a revista (ou ler online) pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.
Para baixar a revista (ou ler online) pelo site Issuu, CLIQUE AQUI.

Caso não consiga realizar o download, solicite-me o envio por e-mail: sammisreachers@ig.com.br

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Desafios da Evangelização do Interior do Nordeste

Por Sérgio Ribeiro
O Sertão Nordestino é, historicamente, a região menos evangelizada do Brasil.
Segundo o último Censo (IBGE, 2010) a presença evangélica no sertão está em torno de 7%, enxugando com a retirada das seitas que o IBGE considera como evangélicas, vamos ter um percentual de apenas 5,5%.
No Sertão encontramos uma sociedade fortemente marcada pela idolatria, por um fundo de cultura animista, pelos mais tristes índices sociais (alto índice de analfabetismo, de evasão escolar, baixíssima renda familiar, baixo IDH, etc), pelo problema das secas cíclicas e pelo descaso dos poderes públicos.
A igreja do Senhor Jesus em nosso país deve encarar o desafio da evangelização dos Sertões Nordestinos amando o povo sertanejo e enviando missionários para o plantio de igrejas bíblicas, pois nada é mais eficiente para evangelizar uma região (ou uma nação), que plantar igrejas.
No meio de uma população pobre, os missionários devem ser preparados e equipados para implantar projetos de transformação social seguindo princípios bíblicos, fugindo das tentações do paternalismo e do imediatismo, que tanto atrapalham projetos de plantio de igreja e de empoderamento do próprio povo.
No interior nordestino são 196 municípios com até 5% de crentes, cerca de 6 mil povoados rurais sem nenhuma igreja evangélica, a maioria absoluta no sertão.
Além do povo sertanejo, encontramos em solo nordestino outro desafio, espalhado em todo o território, com presença marcante no Sertão: os povos minoritários, que são os Ciganos, os Quilombolas e os Indígenas da região Nordeste, todos pouquíssimo evangelizados e em todos os aspectos mais carentes que o sertanejo comum.
As igrejas das capitais nordestinas tem uma grande responsabilidade pela evangelização dos povos de nossa terra e o primeiro passo é conhecê-los melhor e amá-los ao ponto de desejar incontidamente que sejam alcançados com o Evangelho de Cristo. Todavia, a responsabilidade é de toda a igreja: dos sertões, das capitais e de todo o Brasil.
Que o Senhor faça emergir em nossos corações um amor mais ardente e um compromisso crescente em favor deles, que nos remeta a esforços maiores pela salvação de muitos sertanejos, ciganos, quilombolas e indígenas do Nordeste.
Que Deus nos fale, nos ajude e nos use!
Sergio Ribeiro
Sérgio Ribeiro

Presidente e um dos fundadores da Missão Juvep, que trabalha com o proposito de plantar igrejas nas cidades e povos menos evangelizados do Nordeste.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Livros e recursos missiológicos em lançamento - diversas editoras

(ao clicar sobre os nomes das editoras, você será direcionado para os respectivos sites)
A Missão de Deus - Christopher J. W. Wright (Editora Vida Nova) - Esta obra é considerada um dos mais importantes livros sobre Missões já escrito.

A maioria dos cristãos concorda que a Bíblia fornece a base da missão. Chris Wright crê que, na verdade, o que existe é uma base missional para as Escrituras: elas são geradas pela missão de Deus, e essa missão é seu tema fundamental.
Para entendermos a Bíblia, precisamos de uma perspectiva interpretativa que esteja sintonizada com esse grande e abrangente tema missional. Devemos enxergar o quadro maior da missão de Deus e perceber como todas as partes das Escrituras se encaixam em sua grande narrativa. 




Sangue, Sofrimento e Fé - William W. Taylor, Antonia Leonor van der Meer e Reg Reimer (Editora Ultimato) - A cada dia sabemos mais sobre lugares em que a igreja de Jesus Cristo sofre uma perseguição injusta, obscurantista, sistemática e cruel.

No entanto, como brasileiros não pensamos nos irmãos nossos que são perseguidos, expulsos de suas casas e até morrem “simplesmente” porque fazem o que “nós fazemos”.
Sangue, Sofrimento e Fé – A Missão Cristã em Contextos de Perseguição reúne vários autores, de várias nacionalidades, que escrevem a partir de suas próprias experiências e paixão. Prepare-se para se emocionar. E, claro, permaneça atento e, quando apropriado, que a oração o desperte à ação, além das lágrimas.

Compartilhando Jesus com os muçulmanos - Phil Parshal (Editora Esperança) - Dr. Parshall desafia a igreja a olhar com olhos críticos para o assunto da evangelização de muçulmanos. Devemos abandonar antigas pressuposições e nos conscientizar de que Deus está falando de uma nova maneira – não em relação à sua Palavra imutável – mas em relação a áreas da contextualização e metodologia.


Perseguidos - O ataque global aos cristãos - PaulMarshall, Lela Gilbert e Nina Shea (Editora Mundo Cristão) - Perseguidos não é um livro fácil de ler. Não foi concebido como obra de referência; não é mero estudo demográfico e estatístico sobre excessos sofridos por um segmento da sociedade. Seu enfoque é altamente pessoal e narrativo, apontando muitos casos específicos de abuso e tortura com pessoas reais em situações registradas e documentadas. Com dezenas de cenas de brutalidade e horror, o conjunto dessas narrativas é arrasador.
Também vista como uma obra com escopo e objetivos similares aos encontrados em O livro dos mártires, de John Foxe, publicado no século 16, é considerado um dos livros mais influentes do último milênio. Seu alvo não é providenciar registro histórico, é mudar a história.
Se de fato reservamos as emoções mais fortes para o que nos afeta diretamente, sugerimos que o leitor se sensibilize para a leitura deste livro. Nosso objetivo ao publicar Perseguidos em português não é apenas informar, mas degelar mentes e corações, e conclamar o povo de Deus para comprometer-se em oração, conscientização e ação social em defesa daqueles que sofrem. (Mark Carpenter).




Comunicação e Cultura - Ronaldo Lidório (Editora Vida Nova) - Comunicação e cultura são indissociáveis. O ato de comunicar pressupõe um contexto cultural dinâmico em que uma mensagem se insere. Compreender o universo cultural do indivíduo ou da comunidade que receberá essa mensagem é essencial para assegurar uma comunicação inteligível e relevante.
Este é um dos grandes desafios que se apresenta à igreja de Cristo em sua ação missionária: comunicar o evangelho de forma clara e compreensível, portanto dentro do código cultural do receptor e, ao mesmo tempo, manter-se fiel ao conteúdo teológico da mensagem. A fidelidade teológica associada a uma comunicação inteligível deve ser o alvo de quem comunica o evangelho em qualquer contexto, e de forma especial em um ambiente transcultural.




Fenomenologia da Religião - Cácio Silva (Editora Vida Nova) - Quem deseja anunciar a mensagem de Cristo para outra cultura de forma inteligível, relevante e aplicável precisa desenvolver uma habilidade essencial: analisar as manifestações religiosas e as ideias que estão por trás delas. E para isso, esta obra apresenta uma ferramenta importantíssima, a Fenomenologia. 
Nesta obra a Fenomenologia será considerada como área da Antropologia voltada para o estudo das manifestações religiosas e como disciplina a serviço da Missiologia. Seu objetivo é responder as seguintes questões: Que ideias estão por trás das manifestações religiosas? Quais as implicações dessas ideias para a comunicação do Evangelho?




Devocional Explorer (Editora Cristã Evangélica) - EXPLORER é um livro com espírito latino, nascido na América do Sul, porém adotado nos EUA e Europa. É o resultado de uma sinergia cultural de um ministério que integra mais de 12 nacionalidades e culturas.
Mais de 25.000 exemplares distribuídos nos EUA, América Latina e Europa.
É um livro que convida à reflexão bíblica, ao desafio missionário e à oração pelos menos alcançados. É um livro jovem e de leitura agradável, porem de profundidade bíblica e teológica. Os ensinos tem força particular de seus escritores, que transmitem tanto teoria quanto princípios vividos por eles mesmos. Acompanha um plano para ler a Bíblia em um ano.
EXPLORER é o fruto do esforço, tempo e dinheiro investidos por muita gente da América Latina, dos EUA e da Europa. É uma ferramenta útil para levarmos a leitura diária da Bíblia, dobrar nossos joelhos e orar pelos povos que ainda não conhecem Jesus. Irá abençoar não somente você, mas também todos os povos por quem você irá orar.



Ciganos - Um desafio missionário esquecido pela igreja - Igor Shimura (Editora Descoberta) - Há em torno de 700 mil ciganos calón no Brasil e menos de 1% se declara cristão evangélico. Neste livro prefaciado por Ronaldo Lidório, o pr Igor Shimura, presidente da Missão Amigos dos Ciganos (MACi), adentra esta questão e desvela este grupo esquecido pela igreja brasileira, mas não por Jesus.


Duvelismo - Identidade e pluralidade religiosa cigana - Igor Shimura (Editora Descoberta) - Segundo Ronaldo Lidório, os ciganos são talvez o grupo menos evangelizado no Brasil. Neste livro o pr. Igor Shimura, presidente da Missão Amigos dos Ciganos (MACi), traça um panorama da cultura cigana. 



Amor além das fronteiras - Jairo de Oliveira (Editora Reflexão) - Jairo é missionário desde seus 17 anos, tendo servido ao Senhor em 4 diferentes países africanos. É autor de sete livros, tendo vencido Prêmio Aretê 2010 na categoria Missões. Neste lançamento, ao longo das suas 204 páginas, a obra conta uma parte da  jornada missionária do autor e sua família, desenvolvida ao longo de oito anos (de 2005 a 2012) de trabalho no continente africano. 


A Grande Comissão - O resgate da estratégia divina para o discipuladoMichael Horton (Editora Cultura Cristã) - Deus não se fez carne e não sofreu vergonhosa morte pelas nossas mãos para que pudéssemos ter propriedades, programas atraentes e grandes orçamentos para a igreja. Está em andamento algo mais profundo – mais radical. Mas do que se trata?  
Este livro está dividido em três seções:
- A Primeira parte focaliza “A grande proclamação”. A Grande Comissão começa com um triunfante anúncio de que toda a autoridade nos céus e na terra pertence a Jesus Cristo.
- A Segunda parte examina “Os termos da missão”, que se acham no centro da Grande Comissão.
- A Terceira parte investiga “O plano estratégico”, que Jesus inclui em seu mandato.
"Uma rigorosa, mas acessível exegese da Grande Comissão e da cultura ocidental. Diante de pressões sociais os evangélicos recuam no cumprimento de sua missão ou vão em frente com empreendimentos missionários defeituosos, desvinculados da teologia e do discipulado, obcecados com resultados numéricos. Contra esse cenário, Horton nos convoca para recuperarmos o entendimento bíblico de missão e restaurar sua centralidade na vida da igreja. A Grande Comissão contém análise perspicaz e orientação pastoral. Eu o recomendo com entusiasmo."

Missões do jeito que Deus quer - O papel da igreja no envio e sustento do missionário - Mônica de Mesquita (Editora Cultura Cristã) - Este livro o levará a compreender de forma ampla e prática algo essencial na missão que é o cuidado missionário. William Carey, Charles Studd e Hudson Taylor já apontaram no passado para a estreita relação entre o cuidado missionário e a qualidade do trabalho realizado nas linhas de frente.
Sugiro que leia este livro em pessoal reflexão sobre o seu envolvimento com a missão por meio do envolvimento e cuidado com seus missionários. O propósito de Deus se dá pela revelação da Palavra que nos ensina a verdade do Evangelho, pela igreja local que é o celeiro usado para o nascer das vocações e o envio missionário, pela oração dos santos e o cuidado com aqueles que ficam e aqueles que vão, para que, ao fim, o Nome de Jesus seja conhecido e adorado entre todos os povos. - Ronaldo Lidório (Do Prefácio)



Bíblia Missionária de Estudo (SBB) - Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, a Bíblia Missionária de Estudo é uma publicação inédita e totalmente desenvolvida no Brasil. A obra enfatiza as perspectivas missionárias da Bíblia ao mesmo tempo em que reforça a importância da Bíblia Sagrada como o livro da missão de Deus. Um de seus diferenciais é contar, ao longo de todo o texto bíblico, com extensas notas de estudo escritas por líderes do movimento missionário no Brasil, como Russell Shedd, Bárbara Burns, Hernandes Dias Lopez, Antonio Gilberto, Samuel Escobar, Edison Queiroz, Valdir Steuernagel, Ronaldo Lidório e Timóteo Carriker, este último um dos idealizadores da obra. A publicação oferece recursos como: introdução a cada livro bíblico, com informações sobre conteúdo e visão missionária, encarte com mapas e gráficos sobre missões e apêndice com artigos e recursos missionários. Entre seus propósitos, visa informar cristãos e igrejas sobre como a Bíblia orienta a ação missionária em várias vertentes, tais como evangelismo pessoal, implantação de igrejas e virtudes da vida cristã. 




Bíblia do Pescador (Editora CPAD) - A Bíblia do Pescador oferece muitas respostas úteis para todo aquele que milita no ministério do evangelismo pessoal. 
Através de mais de 500 notas de versículos, aborda de forma acessível conceitos fundamentais que tornam simples e claro a evangelização, o discipulado e o aconselhamento de pessoas em nosso dia a dia.




Revista Povos e LínguasUma compilação de conteúdo jornalístico e teológico sobre o universo missionário – essa é a Revista Povos e Línguas.
A cada edição um time de renomados escritores, missiólogos e correspondentes no Brasil e ao redor do mundo promovem reflexões profundas e substanciais, colocando em pauta assuntos como o diálogo e a relação entre agência missionária, igreja local e vocacionados.

Se você é autor ou editora, e deseja comunicar o lançamento de algum produto editorial voltado para as temáticas de Missões ou Evangelização, envie-nos um e-mail: sammisreachers@ig.com.br  . Se você deseja nos enviar alguma obra para ser resenhada no blog, escreva-nos solicitando nosso endereço postal.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Curso de pós-graduação em Missiologia na FBT de Campinas - SP



Curso de pós-graduação em Missiologia Lato Senso na Faculdade Batista Teológica de Campinas. 
O programa é composto por disciplinas ministradas em sala de aula e também com experiências práticas. 

sábado, 8 de novembro de 2014

Missões de curto prazo e eventos missionários pelo Brasil

Conferência Missionária Por Cristo, aos Muçulmanos
Belo Horizonte - MG
Para maiores informações, acesse: http://porcristoaosmuculmanos.com/conferencia/

*   *   *

Palestra: Os fundamentos do Islamismo
Para maiores informações, acesse: http://www.jocumcampinas.com.br/

E ainda na JOCUM Campinas:
Encontro Regional de Missões Urbanas

*   *   *

31o Congresso Nacional Atletas de Cristo

*****

1o Congresso Nacional de Evangelização de Crianças

*****

Seminário de Capelania Asilar em Anápolis - GO

*****

Congresso da APEC 

*****

62º Projeto Missionário da Missão Juvep - Assunção do Piauí/PI, 
de 05 a 26 de janeiro de 2015.

*****

10a Expedição Missionária - Bela Vista do Piauí - PI
Para maiores informações, acesse:  http://www.aguavivaparaosertao.com.br/

*****

domingo, 2 de novembro de 2014

Assista dezenas de entrevistas missionárias do programa NaMissão, gravadas durante o 7o CBM



Durante o 7º Congresso Brasileiro de Missões, graças a uma parceria com AMTB ​(Associação de Missões Transculturais Brasileiras) ​e Ultimato, o Canal UPTV gravou vários programas “Na Missão​”. Ao todo, 25 pessoas foram entrevistadas sobre temas relevantes da missão da Igreja (veja no final). ​A elaboração das pautas, os convites e o agendamento ficaram a cargo da equipe de Ultimato. As ​perguntas foram elaboradas por nós, com a ajuda importante da apresentador Paulo Castello. A diversidade das entrevistas é a cara da missão atual.
Temos desde o casal de missionários com mais de 50 anos no campo, até Luke e Sandro que evangelizam nas casas noturnas da Rua Augusta em SP; Henrique Terena, ​líder indígena; Marcos Amado desmistificando o Mundo Árabe; Marta Carriker contando (e cantando) como uma música de sua autoria evitou o suicídio de um jovem; Timóteo expondo o Deus missionário na “Bíblia Missionária”; Antonia Leonora (Tonica) falando do lançamento do livro Sangue, Sofrimento e Fé; e muitos outros.
E​les começarão a ser exibidos ​amanhã (terça-feira, dia 28), com a entrevista de Marcos Amado, especialista em Islamismo e atualmente representante do Movimento Lausanne na América do Sul. Na sexta-feira, dia 31, será a vez de Ronaldo Lidório. A cada semana, dois programas serão​​ disponibilizados. Acesse o site www.canaluptv.com e procure a janela “Na Missão”.
​O Canal UPTV tem tecnologia de transmissão em TV (por IP) de última geração.
Que isto sirva para multiplicar a mensagem e amplificar as respostas a tantos desafios!

ASSISTA AO PRIMEIRO PROGRAMA DA SÉRIE DO CBM:


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Aparelhos de áudio para a evangelização mundial



Diversos ministérios ou mesmo empresas criam e disponibilizam ou comercializam dispositivos eletrônicos de áudio e vídeo variados, inovadores mas em geral simples e baratos, com o objetivo de facilitar a disseminação do Evangelho de Cristo entre os mais diferentes povos da terra, principalmente onde é grande o analfabetismo, ou entre culturas fundamentalmente orais. São desde tocadores de áudio MP3 (em geral a Bíblia na língua alvo, ou em centenas de línguas ao mesmo tempo) até pequenos projetores. Visando áreas onde a energia elétrica é escassa ou inexistente, muitos desses materiais contam com painéis solares para o carregamento das baterias pela luz do sol, ou são carregados manualmente, através de manivela, o que permite seu uso em qualquer lugar do mundo.
Vale a pena você conhecer visitar os sites e conhecer esses e muitos outros recursos oferecidos por esses ministérios! 

Dicas extraídas do site Centro Bíblico Palavra da Fé


MINISTÉRIO VOZ DA BÍBLIA


A Voz da Bíblia | Livro Eletrônico é um equipamento portátil de bolso, que contém a Bíblia Sagrada completa em texto e voz sincronizados. Esse produto tem a missão de levar a Palavra de Deus a todas as pessoas.
É possível através dos Planos de Leitura, se organizar e ouvir o Novo Testamento em até 40 dias, ou o Antigo Testamento em até 18 semanas. Seus recursos tecnológicos, como marcador de texto e voz e conteúdos como as Promessas de Deus, tornam esse produto altamente inovador e pessoal em relação a mobilidade e praticidade.
Seus livros, capítulos e versículos podem ser localizados de maneira extremamente fácil e rápida.


Global Recordings Network
 
 
O Saber é um aparelho digital de som que funciona por carga manual.
 

Ele tem um amplificador, alto-falante e caixa de som, podendo ser tocado a um elevado volume de som de boa qualidade. É ideal para ser usado em reuniões de grupo, e toca bem tanto músicas como narrações.
O Saber funciona com baterias internas recarregáveis, e tem incorporado um gerador que permite ao equipamento ser recarregado pelo girar de uma alavanca. Por outro lado, outras fontes externas de energia podem igualmente ser usadas para recarregar o equipamento.
A operação do equipamento é muito simples e pode ser feita facilmente, mesmo por aqueles que não têm uma formação técnica.
O Saber toca gravações em MP3 e WMA que estejam arquivadas em sua memória interna, bem como em um cartão de memória SD, inserido. Arquivos de som podem ser transferidos para o equipamento por uma entrada USB. Outra opção: a GRN pode carregar o equipamento com as gravações desejadas, antes de enviá-lo.
O aparelho de som Saber foi projetado especialmente para permitir que o Evangelho seja apresentado na forma de áudio àqueles que vivem em partes mais isoladas do mundo. Pode também ser adaptado para outros fins humanitários.



MegaVoice
       




my-iBible




HCJB Global



Faith Comes By Hearing



Renew Wordl Outreach



Talking Bibles




World Mission




quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Devocional: De cabeça para baixo

"... Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes." Mt 9.12

   Na Índia eu cultuei a Deus entre pacientes leprosos. A maioria dos avanços da medicina no tratamento da lepra surgiu como resultado de médicos missionários que se dispuseram a viver entre os pacientes e a arriscar-se à exposição à pavorosa doença. Como resultado, desenvolvem-se igrejas na maioria dos grandes centros de lepra. Em Mianmar visitei casas de órfãos aidéticos onde voluntários cristãos tentam substituir a afeição dos pais que a doença já roubou. No Chile e no Peru, visitei os cultos mais avivados no interior de uma penitenciária federal. Entre os simples, os desprezíveis, os oprimidos - os rejeitados deste mundo - o reino de Deus cria raízes. 
   Levar a sério algo designado por Deus significa que precisamos aprender a olhar para o mundo de cabeça para baixo, como Jesus fez. Em vez de buscar pessoas com recursos que possam nos fazer favores, procuramos pessoas com poucos recursos. Em vez dos fortes, encontamos os fracos; em vez do saudável, o doente. Em vez do espiritual, o pecador. Não é assim que Deus reconcilia o mundo consigo? "...Os são não precisam de médico, e sim os doentes [...] pois não vim chamar os justos, e sim pecadores" (Mateus 9:12,13). 
   Para ganhar uma nova perspectiva, olhe para o mundo de cabeça para baixo, como Jesus o fez. 

Philip Yancey - in Devocional Pão Diário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...